Assimetria facial

As assimetrias faciais são realmente um problema?

Assimetria facial é um problema? 

 

Assimetria facial é nosso assunto de hoje.

Decidi abordar esse tema porque eu tenho recebido muitos pacientes com dúvidas relacionadas às imperfeições que a gente tem no rosto, sobre um lado ser diferente do outro.

Quando essas buscas começaram não me chamaram muita atenção, mas agora eu tenho ficado um pouco preocupada com isso, principalmente com as pessoas mais jovens.

Elas sentam aqui comigo e falam assim: “olha a proposta da minha consulta é porque o meu rosto é torto”.

E aí, quando eu vou fazer uma avaliação, com critérios médicos e medidas de cefalometria, aquela pessoa tem realmente uma diferença, mas é uma assimetria harmoniosa.

E muitas vezes as pessoas não têm se sentido belas por conta dessa assimetria.

Assimetria é um problema?

Eu fui fazer uma busca histórica e não existem relatos de pessoas totalmente iguais de um lado e do outro, então essa assimetria faz parte da nossa natureza.

A gente tem um lado do rosto um pouco mais alto, uma região de malar ou bochecha com um lado um pouco maior que o outro, um sulco um pouco mais profundo que outro, que tem muita relação com o lado que a gente dorme.

Geralmente o lado que a gente dorme é como se ele fosse um pouco mais “amassado”, porque tantos anos dormindo mais de um lado acaba tendo uma alteração estrutural do músculo.

Nós temos diferenças de forças musculares, um lado pode ser mais forte que o outro.

A gente tem manias, tem pessoas que ficam mordendo lábio. Isso é bom? Lógico que não, mas também pode trazer uma assimetria.

Quando a assimetria deve ser tratada?

Existem assimetrias importantes e essas realmente devem ser tratadas.

Podem ser problemas de mordida, de masseter, que é um músculo que a gente tem no rosto e que pode trazer dores.

Muita gente tem dor na articulação mandibular e isso pode ser tratado.

Pessoas que têm ou tiveram paralisia facial ao longo da vida e possuem uma assimetria que pode e deve ser tratada.

A assimetria gera uma estranheza muito grande? Então ela também pode ser tratada.

Como tratar assimetrias?

Você pode fazer estímulo de músculo, se na avaliação o médico identificar que há uma diferença de força muscular entre um lado e outro.

Como isso é tratado? Com toxina botulínica, ultrassom microfocado, com as técnicas de preenchimento facial.

Com o MD Codes, por exemplo, você pode subir um lado mais do que o outro e diminuir essa assimetria, mas isso se realmente houver uma indicação médica para isso.

Muitas pessoas querem ficar bem nas selfies ou querem tratar assimetrias baseadas no que vêem nas selfies.

Acontece que se tratarmos o rosto com base na selfie, isso pode causar uma estranheza quando as pessoas olharem para você com uma certa distância.

Então seja a sua melhor versão possível sem gerar estranheza, sem desarmonia para o seu rosto.

Existem pessoas que realmente têm assimetrias importantes, como dito anteriormente, decorrentes de outras condições, como a mordida errada, problemas ósseos e até alguns tumores.

Mas as assimetrias são naturais e nos tornam perfeitamente imperfeitos. Removê-las por completo pode ser um grande erro e deixar o rosto sem harmonia.

Procure um médico de confiança, faça uma avaliação médica, com as medidas cefalométricas que forem necessárias e busque o seu melhor.

Se você ficou com alguma dúvida ou quer vir conversar sobre as suas diferenças e insatisfações, agende seu horário, nós vamos tirar sua medida e estudar as suas assimetrias!

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.